Dicas de Saúde

Q?Mitos e verdades sobre a vacina da rubéola
A.

Muitas mulheres que se vacinam contra a rubéola e, pouco tempo depois, descobrem que estão grávidas, recorrem ao aborto por pensarem que a vacina prejudicará o bebê. E mulheres que estão tentando engravidar deixam de tomar a vacina pelo mesmo motivo.

Na verdade, embora exista o risco teórico da vacina contra rubéola poder causar infecção no feto, não existe nenhum caso documentado de má formação pelo vírus da vacina. O problema está no caso da mulher grávida que não se vacinou, pois ao contrair rubéola, pode sofrer aborto espontâneo e o bebê nascer malformado como conseqüência da infecção. Caso ela tenha sido vacinada, o risco do bebê ser atingido é praticamente zero.

Q?Dicas e cuidados para reidratação em caso de diarréia
A.

Entre os principais cuidados, recomenda-se o uso de soro oral. Essa é uma conduta a ser realizada quando detectados os primeiros indícios, antes mesmo da consulta médica. Já os medicamentos devem ser tomados apenas com prescrição. Vale ressaltar que se alimentar à base de chá e bolachas pode agravar o estado nutricional do paciente. Adultos e crianças devem se alimentar regularmente, evitando comidas gordurosas, muito condimentadas e de difícil digestão.

Outro equívoco que os pacientes com gastrenterite e desidratação cometem para tentar sanar a diarréia é o uso de refrigerantes e isotônicos. O consumo de refrigerantes para reposição de líquido em pessoas com diarréia é considerado um erro grave, nunca devendo ser administrado em crianças com gastrenterite. Já as bebidas isotônicas são indicadas para repor a perda de líquidos após a prática de atividade física, jamais em caso de gastrenterite. Essas bebidas podem, inclusive, piorar o quadro clínico. Os sucos de fruta, embora saudáveis, também não são indicados para repor os sais minerais. Nesses casos, o importante é administrar as soluções de reidratação oral de forma correta.

Lembre-se: procure sempre o médico no caso de dúvidas, e do surgimento de sintomas.

Q?O que fazer após tomar mordida de cão?
A.

Lavar bem com grande quantidade de água e sabão neutro, retirando sujeiras e objetos que podem contaminar a ferida.

Procurar o mais brevemente possível atendimento médico, idealmente antes de 8 horas do acidente. O médico irá avaliar a necessidade de exames e de procedimento para retirar tecidos destruídos, prevenção de infecções com antibióticos e prevenção de raiva e tétano com vacinas, soros ou imunoglobulinas.

Lembre que as arranhaduras e lambidas também podem causar doenças e a pele afetada deve ser muito bem lavada.

Note que lambedura de mucosa (olhos, boca…) também pode transmitir raiva e deve ser considerada como um acidente grave e de elevado risco. Para ficar ainda mais claro, aquela cena de filme na qual o cãozinho feliz ao ver o seu dono o lambe no rosto sem nenhuma cerimônia implica que a pessoa que foi lambida na boca (mas não na pele íntegra) tenha que ser vacinada INDEPENDENTEMENTE do estado clínico do cão ou do estado vacinal do animal.

Em todos os casos (mordida, arranhadura ou lambedura), a consulta médica é fundamental.

Q?Mitos no combate a Hepatite
A.

Muito se fala da utilização de chás como forma de atenuar os efeitos da hepatite. É freqüente, na dita “medicina popular”, a recomendação de que o chá-de-picão, quando ingerido, melhora os sinais e sintomas, diminuindo principalmente a icterícia. Muitos recomendam também banhos com o tal chá. Sua eficácia nesta doença não é cientificamente comprovada. É recomendável não ingerir qualquer produto de origem pouco conhecida.

O consumo de suspiros (tipo de doce) também faz parte da crendice popular. O quadro de hepatite leva a uma baixa de glicose no sangue. A ingestão moderada de doces – não necessariamente o suspiro – pode melhorar esse quadro de pouca glicose no sangue, mas isso não significa que trate a doença.

Q?Como prevenir a osteoporose
A.

Faça atividade física regular, reposição de cálcio e tome um pouco de sol pela manhã, sem exagero.

Q?Afta
A.

Na fase mais aguda da afta, evite o consumo de alimentos quentes, condimentados ou salgados, que podem aumentar o desconforto. Prefira alimentos frios, como sorvete, gelatina e outros doces, que causam menos dor.

Q?Tenho que retirar as amígdalas?
A.

Não. As amígdalas são componentes importantes do sistema imune e só devem ser retiradas quando estão prejudicando demais o paciente, como na ocorrência de amigdalites de repetição, por exemplo, que aconteçam muitas vezes em um ano, apesar de terem sido feitos os devidos tratamentos, ou em outros casos, como um Abscesso Peritonsilar que não esteja respondendo a medicação.

Q?Mitos e verdades sobre a AIDS
A.

As afirmativas de que beijo na boca, picada de mosquito e convívio social ou domiciliar podem transmitir AIDS não são reais. Não há nenhuma comprovação da transmissão do vírus pelo beijo, mesmo ele estando por vezes presente na saliva de alguns pacientes.

Com relação ao mosquito, ele não injeta sangue de uma pessoa picada em outra, apenas a sua própria saliva, que não carreia o vírus. Além disso, a quantidade de vírus presente em um mosquito não é suficiente para contaminar uma pessoa.

O convívio social ou domiciliar também não transmite o vírus da AIDS, logo, talheres, sabonetes e roupas, por exemplo, não precisam ser separados. Além disso, tosse, espirro ou contato de pele não transmitem à doença. Contudo, lâminas de barbear e escovas de dente não devem ser compartilhadas.

O sexo oral é, sim, capaz de transmitir o vírus, principalmente quando há presença de feridas na boca (aftas e gengivites, por exemplo). É importante ressaltar que todo o contato sexual em que haja troca de fluidos corporais pode transmitir a doença – o risco é real e deve ser levado em consideração. Por isso o uso de preservativos é fundamental nesse e em qualquer outro tipo de prática sexual, especialmente quando realizadas em homens infectados pelo HIV, devido à possibilidade de ejaculação na cavidade oral.

Q?Benefícios do café
A.

O café minimiza o risco câncer de esôfago, orofaringe, próstata e fígado. Além disso, pode reduzir dores de cabeça e enxaqueca e o risco de perda de memória.

Evite o consumo em excesso, pois a frequência cardíaca pode aumentar, caso a pessoa seja sensível à cafeína.

Q?Pedra nos rins
A.

Se alguém na sua família já teve pedra nos rins, a chance de você desenvolver o mesmo problema é muito alta.

Ingerir bastante líquido, evitar alimentos ricos em oxalato, como, por exemplo, espinafre, nozes e batata doce e manter estável o nível de cálcio no sangue são medidas de prevenção contra pedra nos rins.

Lembre-se de consultar um nefrologista para avaliar e orientar o seu caso.

Q?Dor na panturrilha
A.

Dor constante na panturrilha pode ser sintoma de insuficiência arterial, podendo causar trombose. Cigarro e colesterol alto são fatores que aumentam este risco. É essencial que você consulte um médico angiologista para obter o diagnóstico correto.

Q?Prevenção e combate ao resfriado
A.

A falta da vitamina C nos deixa mais suscetíveis ao resfriado, mas o seu excesso não nos garante total imunidade. Nosso organismo tem a capacidade de absorver em média 63 mg de vitamina C por dia, e o excesso é eliminado pela urina.

O vírus suspenso no ar é pouco eficaz na contaminação. A principal forma de contágio, na verdade, é através da secreção nasal, como ocorre no aperto da mão de uma pessoa doente.

Alguns medicamentos caseiros auxiliam no combate ao resfriado: o alho tem ação expectorante; o mel refresca a mucosa; o limão promove a mobilização do muco; o caldo de frango, por ter substâncias aromáticas, tem ação descongestionante; e o soro fisiológico nasal também tem ação descongestionante.

Q?Gripe ou dengue?
A.

Febre, dor de garganta e dores pelo corpo podem ser sintomas de dengue. Ocorrendo apenas espirro, coriza ou tosse, é maior a chance de ser uma gripe. Em qualquer dos casos, é imprescindível consultar um médico, para obter o diagnóstico e tratamento correto.

Q?Vacinação em idosos
A.

O fato da pessoa ter tido pneumonia recentemente não impede a vacinação contra a gripe.

Além desta vacina, é importante que a pessoa acima dos 50 anos se vacine contra pneumonia, verifique se as vacinas contra difteria, tétano e coqueluche estão em dia e avalie com o médico a possibilidade de vacinação contra herpes zóster.

Q?Vacinação contra a gripe em bebês e crianças
A.

Bebês a partir dos 6 meses de idade podem e devem tomar a vacina contra a gripe.

Crianças com menos de 9 anos de idade que nunca se vacinaram contra a gripe devem tomar duas doses no intervalo de 1 mês. Nos anos seguintes, somente será necessário uma dose por ano.

Q?O que fazer em caso de acidente no uso de instrumentos cortantes?
A.

Faça os seguintes procedimentos:

1. Passar água e sabão no ferimento;

2. Comprimir o ferimento com uma gaze, pano ou lenço limpo por 5 a 10 minutos;

3. Se o ferimento for na mão, coloque-a para cima para que a circulação sanguínea seja mais eficiente;

4. Evite colocar produtos para estancar o sangramento, como pó de café;

5. Procurar atendimento de urgência ou emergência;

6. Verificar se a vacinação contra o tétano está em dia.

Q?Quem possui mais chances de desenvolver glaucoma?
A.

Pessoas acima dos 60 anos, afro-descendentes ou com histórico na família tem maiores chances de desenvolver a doença. Assim como portadores de diabetes, problemas cardíacos, hipertensão, hipertireoidismo ou tumores, pessoas que já tiveram deslocamento de retina e pessoas que fazem uso prolongado de colírios contendo corticoide.

A consulta regular ao oftalmologista é fundamental para o diagnóstico e tratamento da doença.

Q?O que fazer em caso de queimadura?
A.

Em caso de queimadura, faça higiene com água fresca, para diminuir a temperatura no ferimento.

Evite estourar qualquer bolha que venha a aparecer e jamais coloque clara de ovo, manteiga ou pó de café no ferimento.

A queimadura tem relação com o tétano. Desta forma, o curativo deverá ser feito por um profissional especializado, para evitar o risco de infecção.

Q?Algumas orientações para quem usa maquiagem
A.

Dormir sem tirar a maquiagem contribui para a obstrução dos poros, podendo causar acne.

Usar produtos fora do prazo de validade favorece a proliferação de bactérias e fungos, especialmente nos olhos e lábios.

Tenha muito cuidado com o rímel, pois é o produto de maquiagem que mais causa queixas decorrentes de seu uso fora da validade.

Q?Por que meus pés e mãos estão sempre gelados?
A.

Isso pode ser sintoma de algo mais sério, como insuficiência cardíaca, doença reumatológica, dengue ou baixa quantidade de açucar no sangue. Consulte seu médico para obter o diagnóstico correto.